Páginas

Cadastre-se aqui para receber as postagens em SEU E-MAIL!

sexta-feira, 1 de maio de 2015

Strippers e Idosos



 




Bernice "ao lado" do stripper


Quando Franklin Youngblood foi visitar sua mãe, Bernice Youngblood, de 85 anos, no asilo onde mora, ficou surpreso ao ver um registro do que era uma noite de diversão no local. Na foto, em vez de a idosa estar costurando ou jogando baralho, como ele esperava, ela colocava uma nota de dinheiro na cueca de um stripper, que fazia um show particular para as velhinhas.
A idosa Bernice Youngblood, de 85 anos, disse estar 'envergonhada', quando estava ao lado do filho
A idosa Bernice Youngblood, de 85 anos, disse estar 'envergonhada', quando estava ao lado do filho
O jornal norte-americano New York Post noticiou na última terça-feira que Franklin deu entrada em um processo contra o asilo East Neck Nursing and Rehabilitation Center, em Long Island, devido à festinha particular. De acordo com o texto, a família da idosa se queixou com a equipe da instituição, mas foi ignorada. “Bernice Youngblood foi colocada em uma situação de perigo físico iminente, já que estava confusa e perplexa diante de um homem musculoso e seminu se aproximando dela”, afirma o processo.
Franklin encontrou a foto em janeiro deste ano. Uma enfermeira teria dito ao filho de Bernice que aquele era um “evento de entretenimento” para os pacientes, organizado de “boa fé”. “Ela viveu 85 anos como uma batista tradicional, uma senhora muito trabalhadora... E, agora, foi contaminada”, disse um dos advogados da família, John Ray.
Festinha foi idealizada pelas idosas
O asilo em Long Island, nos Estados Unidos
O asilo em Long Island, nos Estados Unidos
Segundo o New York Post, as velhinhas não são tão inocentes quanto Franklin gostaria de acreditar. O advogado do asilo alega que foram as idosas que organizaram a festa e contrataram o stripper. Um grupo de 12 pacientes liderou a iniciativa e ajudou a custear o show do rapaz, de US$ 250 — cerca de R$ 550.
“A casa tem um grupo de 16 residentes que realmente votaram para fazer esse evento”, disse Howard Fensterman, o advogado do asilo. “Elas receberam bem (o evento), e parece que curtiram bastante”, concluiu.
Franklin, contudo, insiste que foi a equipe do asilo que contratou o profissional, para seu “prazer perverso”. Na última terça, ele levou sua mãe para dar entrevistas e insistiu que ela foi degradada pela convivência no local. Com a voz trêmula, a idosa disse que sentiu “vergonha” de fazer parte da festinha.

"Então a lição de hoje é quando estiver velho peça pra ir para este asilo..."

Sugestão? contanto: comedianteh@outlook.com

Fonte: Extra (http://extra.globo.com/noticias/mundo/asilo-processado-por-contratar-strippers-para-entreter-idosos-12137654.html)

Pesquisar neste blog